Qual a Diferença entre Atividade Física e Exercício Físico

Por Equipe HPVB em

Diferença entre atividade física e exercício físico

Nesta matéria você vai descobrir a diferença entre atividade física e exercício físico, afinal, muita gente pensa que atividade física e exercício físico é a mesma coisa, entretanto, tem uma diferença entre as duas coisas.

Atividade física e exercício físico por si só, são apenas palavras, mas, ao estudarmos seus significados vemos uma diferença importante.

Saber ver o que difere entre as duas coisas te ajuda a obter o melhor de ambas as ações, exercício físico ou atividade física.

Aliás, essa diferença é vital para usar a Hipnose ou a Auto-hipnose como ferramenta, seja no exercício ou atividade física.

Primeiramente, vamos a diferença.

Diferença entre atividade física e exercício físico

A Diferença entre atividade física e exercício físico

Desde que nós nascemos fazemos atividades físicas, já o exercício, por outro lado, é algo que surge mais a frente no crescimento do ser humano.

Para entender a diferença entre atividade física e exercício físico é importante primeiro, conhecer as definições.


Atividade física é todo e qualquer movimento corporal, produzido pelo músculo esquelético que resulte em um aumento calórico acima do repouso.


Mesmo enquanto dormimos ou ficamos parados, ainda assim, temos um gasto calórico por conta do uso de nossa energia para o nosso organismo funcionar como um todo.

Logo, ao se mover, mesmo que em pequena escala, estamos tendo uma atividade física que ocasiona um gasto calórico extra.

Então, sempre que é feito algo além de dormir ou ficar imóvel, estamos gerando uma atividade física.


Exemplos de atividades físicas:


  • Escovar os seus dentes;
  • Tocar a um instrumento;
  • Dirigir um carro;
  • Abraçar o seu amigo;
  • Lavar a louça:
  • Fazer uma caminhada;
  • Fazer as compras;
  • Arrumar a sua cama;
  • Cozinhar em sua casa…

Aliás, todas essas ações bem como muitos outros exemplos são atividades que levam seu corpo a gastar calorias extras em relação ao repouso.

Portanto, são atividades físicas.


As atividades físicas e o sedentarismo

A tecnologia avança de maneira rápida, além disso, muito do que criamos tem o intuito de reduzir o nosso esforço.

O ser humano primitivo tinha de sair de casa para caçar, sendo assim, podia passar dias gastando muitas calorias até conseguir o seu alimento.

Ou seja, a atividade física era grande para conseguir comida.

Hoje é o oposto disso, não é mais preciso nem ao menos sair de casa, afinal, por uma simples mensagem ou telefonema você é capaz de receber sua comida.

Basta dar alguns passos e pegar a encomenda com o entregador.

Essa redução de atividades físicas estão presentes nas mais diversas áreas da vida.


Veja alguns exemplos em seguida:


  • Os alimentos por Delivery
  • Ao invés de lavar a louça temos máquinas que fazem isso.
  • Para escutar música não temos de tocar, nem mesmo ir a um show, basta dar play no seu dispositivo eletrônico.
  • Bike ou patinete que precisa esforço porquê? Temos o elétrico!
  • Passar um café cansa o braço, então, fazemos na cafeteira.
  • Pois, dirigir também está ficando cansativo? Ora, chamamos um motorista.
  • Que tal buscar uma lenha para aquecer sua casa? Gás e energia elétrica é mais fácil, não é mesmo?
  • Lavar roupas no tanque, só quem fez sabe como cansa, mas, agora temos máquinas que poupam este esforço também.
  • Hoje não precisamos subir escadas e cansar as pernas, vamos de elevador.

Em resumo, estamos reduzindo cada vez mais as atividades físicas com o uso da tecnologia.

Isso nos leva a um menor gasto energético e aos poucos, em conjunto de uma alimentação inadequada, leva muitas pessoas a sofrerem com problemas relacionados ao sobrepeso, por exemplo.

Aliás, devido a essa rotina cada vez mais sedentária a OMS tem até mesmo uma recomendação muito importante:


OMS recomenda, por semana, 150 minutos de atividade moderada, ou 75 minutos de atividade intensa.


Sendo assim, pensando na saúde e na estética, muita gente opta por colocar exercícios físicos na rotina e aumentar suas atividades físicas.


A importância de aumentar as suas atividades físicas.

Sim, além dos exercícios, também dá para melhorar as atividades físicas.

Para fazer isto, basta que no lugar de usar os modos que reduzem o esforço, você faça o oposto, então, basta colocar mais esforço na sua rotina.


Veja em seguida alguns exemplos:


  • Ao invés de usar o elevador, vá de escada;
  • Prepare seu próprio alimento no lugar de comprar pronto.
  • Use um transporte movido a esforço, então, ao invés da bicicleta elétrica use uma normal.

Desse modo, ao invés de ser substituído pela máquina ou delegar o esforço a outra pessoa, faça você mesmo, é só ser criativo.

Veja, limpar a casa, o carro, cortar a grama do seu jardim, tudo isso é atividade física que pode ser usada para você ter mais saúde.


É possível emagrecer apenas com as atividades físicas?

A resposta é sim, é possível, entretanto, talvez só não seja o ideal.

Afinal, em relação com os exercícios físicos, o gasto calórico da atividade física é muito menor, sendo assim, para que ocorra perda de peso, será preciso um consumo de calorias muito mais restrito.

Com o objetivo de ganhar músculos, a atividade física também pode não ser o suficiente, pois, não resulta em um estímulo necessário para hipertrofia muscular, então, você não desenvolveria a musculatura desejada.

Independente do emagrecimento elevar as atividades físicas é muito bom para melhorar a saúde bem como os resultados na sua vida pessoal e profissional.


O que é o exercício físico?

Acreditamos que um dos primeiros contatos que temos com o exercício físico seja nas aulas de educação física das escolas.

Afinal, diferente do gasto energético do bebê ao mamar ou engatinhar, o exercício físico tem aspectos diferentes.

Apesar disso eles são muitas vezes confundidos, por isso, para entender a diferença entre atividade física e exercício físico veja a definição de exercício físico:


exercício físico é uma atividade física planejada, estruturada e programada sistematicamente de acordo com algum objetivo, geralmente estético, de saúde ou para aumento da aptidão física e atlética.


Com as duas definições que você encontrou aqui nesta matéria, já é possível perceber a diferença entre atividade física e exercício físico.

Pode inclusive, notar que “todo exercício físico é uma atividade física, mas, nem toda atividade física é um exercício físico.

Ter clareza de suas diferenças e propósitos é bom para usar o melhor de ambas atividades.

Veja em seguida alguns exemplos de exercícios físicos para firmar seu aprendizado:


Exemplos de exercícios físicos:


  • As Artes marciais;
  • A Musculação:
  • O Futebol;
  • A Natação;
  • O Ciclismo;
  • A Corrida;
  • A Calistenia (o exercício estruturado que usa o peso do corpo)…

Veja que andar de bicicleta é uma atividade física que também pode ser considerada um exercício físico, a diferença está na forma como essa atividade física é feita bem como quais os seus objetivos.

Se a pedalada, além da locomoção, tiver um plano e uma estrutura programada para que você alcance os objetivos envolvendo saúde, estética ou aumento de aptidão física e atlética.

Então, além de ser uma atividade física ela será também um exercício físico.


Considerando os objetivos do exercício físico, ele oferece uma atividade física mais intensa, com o intuito de ajudar as pessoas a conquistarem esses objetivos.

Sendo assim, é muito indicado nas mais diversas situações, para saber mais sobre eles, indicamos a nossa matéria sobre Hipnose e Exercício Físico.

Esperamos que tenha gostado desta matéria sobre a diferença de atividade física e exercício físico, fique a vontade para deixar seu comentário e lembre de nos seguir lá no nosso Instagram @hipnoseparaviverbem para receber dicas valiosas de nossa área.

Até logo.


0 comentários

Deixe seu comentário